99685.1826

©2019 by ECOSS - Eloáh Coaching Espiritual. Proudly created with Wix.com

Buscar
  • Daniela Silvestre

O Código de Ética

Atualizado: 14 de Jun de 2019

A elaboração do Código de Ética para a Profissão de Coaching foi desenvolvida a partir do estudo da história de sua existência, da experiência de um grupo de profissionais da área e da resposta de seus clientes.

Desse modo, foram estabelecidos os 10 (dez) artigos para aplicação do Código de Ética, que fixam a forma pela qual devem se orientar os Profissionais de Coaching.

1º O Código de Ética dos Profissionais de Coaching é um instrumento regulador do exercício da profissão. Define-se como um instrumento do exercício da profissão, sujeito, portanto, a um aperfeiçoamento constante que lhe permita estabelecer os sentidos éticos.

2º O profissional de Coaching e adepto ao presente Código de Ética, é conceituado como um Coach, que age na promoção de mudanças e deve assumir compromisso ético.

3º Este Código de Ética define, no âmbito de toda e qualquer prática de Coaching, seja Coaching de Vida, Coaching de Carreira, Leader Coaching, Coaching de Relacionamentos ou Coaching Executivo, como beneficiários das ações os indivíduos, grupos e empresas. O profissional de Coaching, está apto a desenvolver a função de Coach especificada em sua credencial de apresentação.

4º A citação básica deste Código de Ética é a necessidade em caracterizar o profissional de Coaching diante das diretrizes de direitos e deveres estabelecidas e regulamentadas. Tal documento visa assegurar por definição: qualidade, moral, competência e atualização dos profissionais nele incluídos.

5º O Coach deve estabelecer transparência em suas sessões, através dos meios possíveis de informação e de outros instrumentos que assim favoreçam, considerando o cliente como principal responsável por qualquer que seja a escolha dentre as diferentes áreas do Coaching.

6º Com o Código de Ética, o coach visa assumir a postura ética e responsável, com respeito e confidencialidade, não prometendo resultados que não possa garantir. Recomendando outros recursos ou profissionais quando necessário, mesmo durante o processo de Coaching.

7º Evitar todo e qualquer conflito de interesse por parte da contratante, não oferecendo informações que sejam confidenciais do processo de Coaching ou do cliente, medida tomada em respeito às posturas éticas.

8º O ponto de partida do processo de Coaching é estabelecido através da formulação e ciência de ambas as partes envolvidas no processo de Coaching, por meio do Contrato de Sessão de Coaching, seja ele Coaching de Vida, Coaching de Carreira, Leader Coaching, Coaching de Relacionamentos ou Coaching Executivo.

9º Além da ordem internacional, o Código de Ética deverá levar em atendimento valores que lhe atribuem o sentido esperado. Em princípio, valores como respeito, sigilo, honestidade, ética e dignidade. Em particular, o valor da identidade profissional no campo do desenvolvimento humano.

10º Levando-se em atendimento os princípios estabelecidos , quando de seu exercício, os profissionais de Coaching permanecerão sujeitos sempre a assumirem as responsabilidades que lhes cabem.





1 visualização